Sala Monstra | Programação de aulas

Sala Monstra:
Coordenada por Natalia Brown, a Sala Monstra foi planejada para complementar as atividades da Maumau. Foi criada a partir da necessidade de um espaço de cuidado, dedicado às atividades corporais e outras vivências. Teatro, dança, circo, performance, yoga, etc. Um espaço que possibilite a experimentação e criação artística incentivando o cuidado e a experimentação com o corpo e diálogo entre outras linguagens. A Sala Monstra vem também para  suprir a demanda de profissionais desta área que necessitem um espaço alternativo para suas aulas e afins. Surge para abarcar outras iniciativas independentes e projetos artísticos que desejem um espaço amplo para ensaios e apresentações. Já frequentado por artistas plásticos, músicos e produtores, a maumau oferece agora mais um ambiente agradável, entre jardim e varandas cobertas por frondosas mangueiras, e amplia a troca entre artistas e público.
Interessados em alugar nosso espaço para aulas, ensaios, eventos e afins, entrar em contato via e-mail ou telefone. galeriamaumau@gmail.com | Irma Brown (81) 98661-7559

 

Programação:
Música:
SILÊNCIO E SOM – VIVÊNCIA, INICIAÇÃO E SENSIBILIZAÇÃO MUSICAL ATRAVÉS DA PERCUSSÃO com Negro Grilo
Quarta  19h00 às 20h00
Investimento: R$ 100,00
Informações: Negro Grilo 9601-8311 | grilo.negrogrilo@gmail.com

Dança:
WORKSSHOP CORPO E MOVMENTO  com Carolina Lobo
Segundas e quartas
17h00 as 19h00
de 05/03 a 28/03
Segundas
19h30 as 21h30
de 05/03 a 23/04
Inscrição: https://goo.gl/forms/C1JxdzyR1OgZZo482
Investimento: R$200,00 (facilitamos o pagamento, basta entrar em contato)
Informações: Carolina Lobo
(81) 99725 9217| carolinalmn@gmail.com
http://tinyurl.com/carolinalobo
https://www.facebook.com/Dancaeautoconhecimento/

Teatro:
CURSO DE TEATRO PIANCÓ com Junior Aguiar
Terças e quinas 19h00 às 21h30 
Inscrição aguiarecife@hotmail.com – Preencher ficha + Depósito do valor (enviar comprovante)
Investimento: R$ 150 reais *para atores e não-atores
Dados: Banco Bradesco / Genésio Gomes de Oliveira Júnior / agência – 0291-7 /conta – 007.9787-1
Informações: Junior Aguiar 81 995346054

Tecido
TECIDO ACROBÁTICO PARA MULHERES com Maria Magú
Quarta e Sexta
20:30h as 21:30h
Mensalidade R$100,00
Inscriação e informações: 819829-2318

 

Sobre  Negro Grilo
Músico percussionista, cantor, compositor e arte educador, Negro Grilo de 34 anos teve o primeiro contato com a arte e com a música dentro de um terreiro de descendentes africanos chamado sítio de Pai Adão, que fica no bairro de Água Fria, zona norte do Recife.

Aos dez anos de idade o músico pernambucano já fazia parte da banda de percussão mirim do sítio de pai Adão. Lá teve oportunidade de aprender a tocar vários instrumentos percussivos em diversos ritmos musicais introduzidos no Brasil pelos escravos trazidos durante o período colonial.O acesso a esse universo de culturas ajudou a formar a base da identidade musical de Negro Grilo.
Ex musico integrante e socio na empresa Banda Seu Chico, projeto coletivo de artistas pernambucanos em homenagem a um dos mais renomados compositores do Brasil: Chico Buarque de Holanda. A Banda Seu Chico tem na formação artistas de peso como o pianista Vitor Araújo e o cantor e compositor Tibério Azul.  Ela, que começou lotando boates, festas e casas de shows do Recife, ganhou projeção nacional depois da gravação do CD e DVD Tem Mais Samba numa  tradicional casa de show no bairro da Lapa, cento do Rio de Janeiro.
Negro Grilo é o criador do Silêncio e Som, um projeto de vivência, iniciação e sensibilização musical através da percussão. Utiliza a vibração do tambor para trabalhar a cognição, a consciência de tensão e relaxamento e a sensibilidade dos participantes

Sobre Carolina Lobo
Carolina lobo é terapeuta corporal, dançarina e professora. Trabalha, alem da dança, com massagem, reiki e Leitura de aura (em fase de treinamento). Trilhou o caminho da dança na busca pelo autoconhecimento e com sede de estudar consciência corporal e o movimento como expressão artística e da alma. Trabalhou um tempo como dançarina, entrou na UFPE em licenciatura em dança para entender melhor como trabalhar o movimento em sala de aula, se tornou professora e iniciou seu caminho pelo mundo da dança como prática terapêutica. A partir de muitos cursos que desenvolvem o olhar terapêutico no corpo e no movimento, Carolina iniciou sua pesquisa dentro da sala de aula com projetos de sensibilização corporal e dança. é artista e profissional autônoma, preza pelo corpo trabalhando com liberdade, alma, e sensibilidade pelas diferenças.

Sobre Júnior Aguiar / Coletivo Grão Comum
Jornalista, diretor, ator e pesquisador da área de Comunicação Social, habilitado em Jornalismo, especializado em Docência no Ensino Superior. É o coordenador pedagógico da Casa de Xamanismo Centro da Terra. Com 37 anos de idade, e 23 anos de carreira no teatro, fundou com outros artistas, em 2008, o Coletivo Grão Comum, com vasto repertório de espetáculos premiados e apresentados no Brasil e no Exterior. Atualmente, desenvolve a pesquisa da Trilogia Vermelha, no qual encenou e atuou nos três espetáculos. As obras tiveram grande repercussão por reagrupar e reler a importância de consciências locais, regionais, nacionais e internacionais, como foi a vida e obra de três emblemáticos nordestinos mundialmente reconhecidos: o cineasta baiano Glauber Rocha, o educador pernambucano Paulo Freire e o bispo cearense Dom Helder Camara. Em 2017, convidado pelo SESC, ministrou dentro das comemorações da 10º Mostra Capiba de Artes, a oficina O Solo do Ator: o que você tem a dizer?

Sobre Maria Magú
Nascida em Olinda, formou-se no curso de Artes Circenses pela Escola Pernambucana de Circo em 2015, após interromper seu processo de formação em Artes Visuais na faculdade AESO Barros Melo. Começou a dar aulas de tecido acrobático para crianças na Galeria MauMau e hoje toca o projeto Tecitura, que promove aulas de práticas corporais em tecido para mulheres, tendo como perspectiva o desenvolvimento do auto conhecimento, auto cuidado e autonomia do corpo da mulher, entendendo o corpo como templo sagrado que está intimamente ligado a mente a ao espirito. Em junho de 2016 criou um projeto chamado Livretos Ilustrados, onde produz miniaturas de livros com memórias históricas e afetivas do povo Afro-Brasileiro. Como integrante da Rádio Comunitária Aconchego, ministrou oficinas de comunicação comunitária dentro do Serviço Integrado de Saúde (SIS), e de Mídias Táticas em algumas das escolas ocupadas (EREM Cândido Duarte, EREM Martins Junior e Nilo Pereira) em novembro-dezembro de 2016 no Recife. Hoje produz mini documentários em áudios sobre a vida das mulheres usuárias do serviço de saúde.