depois1

Workshop + Menor Ciclovia da América Latina

CAPAS DE SUPER HERÓI E HEROÍNA PARA O DIA A DIA
workshop de confecção de capas com introdução a costura

Depois de muita conversa e alguns delírios, resolvemos oferecer um workshop de costura, uma guerrilha lúdica e performática.

No dia 06 de maio, com início às 09h da manhã e término às 18h, a proposta é um dia de vivência com trabalhos manuais e conversas de quintal. Vamos aprender a tirar o molde e customizar capas. Capas que também podem ser usadas como vestidos. Vai ser 2 em 1. Você volta para casa com um figurino maravilhoso que muda de função de acordo com suas necessidades.

Acreditamos que a capa não só poderia, mas deveria, ser usada no dia a dia. Afinal, é uma peça de figurino que a gente adora! Por que uma pessoa quando usa capa fica tão empoderada?! Qual foi o primeiro Super Herói a usar capa?! E o  que seria um herói | heroína no dia a dia?!

Se a gente vive na Cultura do Medo, num mundo machista e um sistema político medonho…Nossas batalhas são diárias. Por exemplo, o fato de ir ao banco pode ser considerado um ato heroico?! A gente sabe que puxar um extrato  pode ser um perigo, né? Muitas vezes exige coragem… E a nossa rotina?! Como anda?! Muito tempo no computador?! Enfrentando filas, supermercados, estacionamentos… meio de transporte caótico, insegurança, violência urbana. Neste sentido, até botar o pé fora de casa já pode ser considerada uma atitude heroica.

Vamos conversar sobre o mito do herói. O ciclo do herói na visão de Jung, a jornada do herói do antropólogo Joseph Campbell e alguns heróis nos quadrinhos. Esse é o nosso ponto de partida para construção do nosso(a) herói | heroína pessoal. Um trabalho sobre nossos medos e possibilidades de enfrentamentos e ações.

Vale lembrar, que nem Irma Brown nem Maria Morena são especialistas no tema, mas apenas curiosas e abertas a dividir esse interesse e vivência com outras pessoas. A ideia também, é que a capa não se restrinja a uma fantasia, mas que ela ocupe as ruas. Do mesmo jeito que vestimos uma simples camiseta, podemos também usar capas. Por que não?!

Diante da crise política em que o país mergulha, as capas tem o intuito de nos fortalecer de uma forma lúdica. Ocupando as ruas e dando um respiro mais profundo de amor e leveza nesse mundo tão caótico. A ideia, um pouco megalomaníaca, é que a capa aos poucos possa ser usada por muitos de nós. Deixando a cidade e a gente com “mais poderes”.

Neste mesmo dia, 6 de maio, a Bicicletaria Mapuche, também localizada na Maumau, inaugura da Menor Ciclovia em Linha Reta da América Latina.  Afinal, nossa brincadeira é coisa muito séria.

Convidamos assim, não só os participantes do workshop, mas o público em geral, para inauguração da nossa ciclovia e um passeio de bicicleta, com roteiro ainda não definido, mas saída e chegada marcada na Bicicletaria Mapuche. Assim, depois das capas prontas, vamos ocupar as ruas. E a bicicleta é ótima opção pra fazer a gente voar! Mas claro que o passeio e o vôo é optativo! Para Super Heroínas | Heróis e para todos os mortais.

E nossa ciclovia também é passarela. Está aberta para aqueles que se aventurarem a desfilar. No som, também a partir das 16h, Abel Alencar põe seus maravilhosos vinis pra rodar (antes também promete colaborar com nossa discussão sobre heróis| heroínas). Assunto não falta não!
tá com medinho?!
Serviço:
Workshop: Capas de Super Herói e Heroína para o dia a dia.
Colaboradoras Irma Brown e Maria Morena
Investimento: R$ 120,00 ( inclui almoço + capa| vestido)
Horário: as 09h às 18h
Inscrições antecipadas pelo e-mail
galeriamaumau@gmail.com
Para inscritos até o dia 03 de maio, desconto de R$20,00 Reais

 

Inauguração da Menor Ciclovia em Linha Reta da America Latina
Horário de abertura: 16h
Passeio ciclístico: Saída às 18h30
A Bicicletaria Mapuche ainda oferece cerveja artesanal Turvalina e tabacos variados.
Entrada Livre

Local: Rua Nicarágua, 173 Espinheiro

Mais informações: 98661-7559

 

workshop(1)