A L G a R a V I a S # 3

Por Henrique Correia Yuri Brusky e Renê Freire Martins

Fico muito feliz em poder realizar a terceira edição da série de apresentações e outras práticas imprudentes que nomeei de Algaravias.

As edições do Algaravias têm sido marcadas por performances de artistas e de grupos que se dedicam de algum modo à exploração estética de espaços topológicos caóticos e insólitos.

Nesta edição o Algaravias ocupará por algumas horas, sem resistência e com muito gosto, a Maumau Galeria, localizada na R. Nicarágua, 173 – Espinheiro, Recife.
Haverão três performances: duas destas solo, à cargo dos artistas sonoros e performers Renê Freire e Tai Ramosleal e uma em grupo com o Criptido misturado ao Photon.

Breve descrição das performances:

Renê Freire (Adamante) apresentará fará um série de improvisos que será intercalada com composições autofágicas, criadas em escala microcósmica.
https://adamante.bandcamp.com/releases

Tai Ramosleal evocará lugares escuros, no interregno que habita o atrito de frequências analógicas e digitais.

O Criptido (Yuri Bruscky e H. Correia) e o Photon (Túlio Falcão e Henrique Correia) farão uma performance em conjunto com texturas sonoras ásperas, glossolalia e ritos irresponsáveis.

https://photon.bandcamp.com/
https://estranhasocupacoes.bandcamp.com

O evento é catraca livre mas haverá uma caixinha para contribuições espontâneas naquele esquema pague quanto puder. Bom senso é sempre bem-vindo.

A casa abre às 19:30 e as performances começam pontualmente às 20:00. Cheguem cedo para trocar uma ideia e confraternizar com a gente!